Busca no site 
 NOTÍCIAS
 
Genocídio da juventude negra foi o tema do programa de rádio do CRP-MG
 
Postado em 6/7/2017

O programa Psicologia em Foco no rádio, parceria do Conselho Regional de Psicologia - Minas Gerais (CRP-MG) com a Rádio Inconfidência AM 880, desta quarta-feira, 5/7, discutiu o racismo e o extermínio da juventude negra no Brasil. A entrevistada foi a psicóloga Larissa Borges, que é mestra em Psicologia Social (UFMG) e Subsecretária de Políticas para as Mulheres do estado de Minas Gerais.

A cada 20 minutos um jovem negro é assassinado no Brasil. Todo ano, 23 mil jovens negros de 15 a 29 anos são mortos, segundo dados do Mapa da Violência do ano passado. A pesquisa também mostra que morrem quase três vezes mais negros que brancos por arma de fogo.

“No Brasil matam-se mais jovens negros, do que em países em contexto de guerra, só para se ter uma ideia do quão epidêmico é o número de mortes evitáveis”, explicou a psicóloga, que ainda falou da negligência do Estado, perda de direitos e o processo de desumanização desses jovens.

“Hoje não tem um jovem negro que sai de sua casa sem sentir medo. Ele sai para praticar algum esporte e não tem a certeza de que vai voltar vivo, pois existe esse clima de insegurança e agressividade contra essa população jovem. Muitas vezes pela configuração do racismo que cria uma imagem de que esses jovens e adolescentes são monstros, as pessoas se sentem no direito de atacar antes de perguntar”, esclareceu Larissa Borges.

Para ouvir a entrevista completa, clique aqui.